quinta-feira, 2 de agosto de 2012

QUE DEUS ME LIVRE SE DEUS QUISER

me livre do meu silêncio que é pecaminoso
me livre do amor que é uma fraude

todos estão encenando tão bem

a unica certeza que eu tenho
a intensidade é uma doença contagiosa

eu sou uma louca que adoeço os outros de amor

eu amo tanto
rio tanto

choro desesperadamente
no chuveiro

olhando a água descer pelo ralo
tão transparente

queria
não, não queria

tô evitando contagiar os outros com amor

há de se ter fé
e amar

I N D E P E N D E N T E

2 comentários:

ACosta disse...

que lindo isso
d'alma

Ana Zumpano disse...

obrigada

que bom vc me lendo
me vendo
reconhecendo
...

=*